Arquivo Março 2021

Pré-requisitos…

Ofício – Utilização de Calculadoras nas provas de avaliação externa de 2021.

Assunto:
Utilização de Calculadoras no Ensino Secundário: Exames Finais Nacionais de Economia A, de
Física e Química A, de Matemática A, de Matemática B e de Matemática Aplicada às Ciências Sociais em
2020-2021.

Dando cumprimento ao despacho de Sua Excelência o Sr. Secretário de Estado Adjunto e da
Educação, datado de 26/02/2021, remetem-se a V.Ex.a as seguintes orientações, sobre o tipo de
calculadoras a utilizar nas provas de avaliação externa de 2021.

Regulamento – Despacho Normativo n.º 10-A/2021

Sumário:

Determina a aprovação do Regulamento das Provas de Avaliação Externa e das Provas de Equivalência à Frequência dos Ensinos Básico e Secundário para o ano letivo
2020/2021.

CAPÍTULO I
Disposições gerais

Artigo 1.º
Objeto

O presente regulamento estabelece as regras e procedimentos gerais a que deve obedecer, no âmbito dos ensinos básico e secundário, a realização dos exames finais nacionais, das provas de equivalência à frequência e das provas a nível de escola, no ano letivo 2020/2021.

NORMA 01/JNE/2021 – Instruções para a Inscrição nas Provas e Exames do Ensino Básico e do Ensino Secundário 2021

Guia Geral de Exames 2021

Preço dos passes para o mês de abril 2020

Dia Internacional das Florestas

A 21 de março, celebra-se o Dia Internacional das Florestas.

O tema para 2021 é: “Restauro florestal: um caminho para a recuperação e bem-estar” e pretende realçar a importância da ação para a recuperação das florestas.

As árvores parecem-nos eternas, porque a maioria das espécies tem uma existência mais longa do que a dos seres humanos. Partimos do princípio errado de que as suas vidas são calmas, mas, tal como os animais, as árvores competem energicamente entre si pelas necessidades vitais – espaço, luz e água. Embora a sua competição pela sobrevivência seja dificultada pelas secas, pelo fogo e por pragas variadas, as espécies arbóreas possuem numerosos sistemas de defesa.

Sabemos que as árvores libertam o oxigénio, moderam as temperaturas, fixam o solo e impedem a erosão. São benéficas para todo o mundo animal, incluindo o homem. E uma das características mais importantes das árvores e das florestas é a capacidade que possuem de influenciar o espírito humano – de simultaneamente o acalmar e inspirar.

A floresta Laurissilva, distinguida em 1999 pela UNESCO, como Património Natural da Humanidade, pela sua riqueza, diversidade e estado de conservação, não é apenas uma floresta, são os passeios pela natureza na primavera, os piqueniques em família no verão, os acampamentos e convívios entre amigos e não se limita a ligar-nos à natureza, liga-nos uns aos outros.

No âmbito do projeto das Ciências, não poderia deixar de realçar o significado da floresta Laurissilva para todos os madeirenses, que nestes tempos de pandemia, muitos têm procurado estar em contacto com a natureza, beneficiando do ar puro e da harmonia.  E por fim, sensibilizar a toda a comunidade para a importância de garantir que as gerações futuras continuarão a beneficiar dos múltiplos serviços e produtos que devemos a todos os tipos de florestas, defendendo para tal um incessante empenho na gestão sustentável das florestas e um continuado esforço de proteção, conservação e ordenamento dos espaços florestais naturais.

smacap_Bright

A professora,

Regina Teixeira

Direitos Humanos (Cidadania e Desenvolvimento)

“Segunda Guerra Mundial (1939-1945), período da história que mais marcas deixou na segunda metade do século XX, para além da enormíssima destruição, mortes, traumas e medos, foi necessário criar algo para que as atitudes bárbaras e discriminatórias não se voltassem a repetir.

Em abril de 1945, delegados de cinquenta países reuniram–se em São Francisco, com o objetivo de criar um novo organismo internacional para promover a paz e prevenir futuras guerras, nasceram desta forma as Nações Unidas (ONU), os ideias desta organização descritos no preâmbulo da Declaração Universal dos Direitos do Homem , ou seja: “Nós os povos das Nações Unidas estamos determinados a salvar as gerações futuras do flagelo da guerra, que por duas vezes na nossa vida trouxe incalculável sofrimento à Humanidade”.

Tendo por base esta declaração, os alunos do 8.º 7, elaboraram trabalhos na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, que procuraram explicar os diferentes artigos da Declaração Universal dos Direitos do Homem.”

Documento 1 | Documento 2 | Documento 3

Projeto Baú de Leitura – S.O.L.E.T.R.A.N.D.O.

O concurso “Soletrar as palavras – 2º ciclo” foi promovido pelas dinamizadoras do Projeto Baú de Leitura da nossa escola.

 A primeira fase decorreu no dia 23 de novembro de 2020, envolvendo os alunos representantes das turmas de quinto ano. A aluna Lara Beatriz Gomes, do 5º6, foi a grande vencedora.

A segunda etapa ocorreu no dia 30 de novembro, desta vez, envolvendo os alunos representantes das turmas de 6º ano. O aluno Nélio Francisco Batista, do 6º1, saiu vitorioso.

Os discentes finalistas, encontraram-se no dia 8 de fevereiro de 2021, na biblioteca da nossa escola. Esta fase não se realizou na data inicialmente prevista, só foi possível dois meses mais tarde, devido às contingências da Covid-19.

A representante do 5º ano defrontou o representante de 6º ano e, após disputa calorosa, triunfou o aluno Nélio Francisco Batista do 6ºano.

As dinamizadoras agradecem ao júri Luís Gabriel Costa, bibliotecário da nossa escola, que esteve presente nas três fases do concurso e às docentes de Português, que colaboraram na divulgação do concurso, junto das suas turmas.

 As dinamizadoras

Graça Gouveia

Cármina Moreira

Cartaz elaborado pelas turmas 10.º10 e 11.º2

No âmbito do Dia internacional da Matemática e dia do Pi ( 14 DE MARÇO), segue em anexo o cartaz elaborado pelas turmas 10.º10 e 11.º2, e pela docente Zózima Afonseca  na disciplina de Matemática.